Últimas

Tancredo, na largada rumo ao Planalto

Da redação
redacao@interessedeminas.com.br

O premiado fotojornalista Marcelo Prates fez este click histórico em frente à sacada do Palácio da Liberdade, em Belo Horizonte, em 14 de agosto de 1984. Naquele dia, o então governador de Minas, Tancredo Neves, deixava o cargo e tornava-se candidato a presidente da República.

No primeiro plano, Hélio Garcia (vice-governador e prefeito de BH, indicado por Tancredo), Franco Montoro (governador de São Paulo), Ulysses Guimarães (deputado federal), José Sarney (senador), Tancredo Neves e Genésio Bernardino (deputado estadual). Na mesma data, Hélio Garcia deixava a prefeitura e assumia o governo de Minas.

Naquele ano, já no final da ditadura militar (1964-1985), a campanha Diretas-Já tomava conta do país, levando milhões de brasileiros às ruas, em comícios e passeatas na luta pelo direto de votar para presidente da República. A emenda das Diretas-Já tinha sido rejeitada em 25 de abril, abrindo espaço para a construção da candidatura pela via indireta (eleição pelo Colégio Eleitoral formado pelos membros do Congresso Nacional) de Tancredo, que teria como vice José Sarney.

Em 15 de janeiro de 1985, Tancredo derrotou o candidato Paulo Maluf no Colégio Eleitoral e se tornou presidente. Em 14 de março, véspera da posse, o mineiro foi internado em estado grave no Hospital de Base em Brasília e, no dia seguinte, Sarney tomou posse, encerrando oficialmente o período militar. Tancredo morreu em 21 de abril, e seu vice tornou-se presidente em definitivo (1985-1990).

Marcelo Prates nasceu em Belo Horizonte, Minas Gerais, e é formado em Comunicação Social pela UFMG. Trabalhou em importantes veículos de imprensa e é fotógrafo freelancer da Agência Futura Press em New York e editor de Fotografia da Revista Inclusive.com.br. Leia mais sobre a sua trajetória.

Voltar à página inicial